quarta-feira, 12 de junho de 2013

VESTIDA PARA CASAR


VESTIDA PARA CASAR (27 dresses, 2008, 20th Century Fox, 111min) Direção: Anne Fletcher. Roteiro: Aline Brosh McKenna. Fotografia: Peter James. Montagem: Priscilla Nedd-Friendly. Música: Randy Edelman. Figurino: Catherine Marie Thomas. Direção de arte/cenários: Sheperd Frankel/Chryss Hionis. Produção executiva: Becki Cross Trujillo, Michael Mayer, Bobby Newmyer, Erin Stam. Produção: Gary Barber, Roger Birnbaum, Jonathan Glickman. Elenco: Katherine Heigl, James Marsden, Edward Burns, Malin Akerman, Judy Greer, Melora Hardin. Estreia: 09/01/08

Alçada à fama graças ao sucesso da série de TV "Grey's anatomy", a atriz Katherine Heigl tentou sua sorte no cinema em um gênero nada comprometedor, a comédia romântica. Dona de uma beleza não ameaçadora, do tipo girl next door, ela conquistou o público que estava órfão de uma estrela nos moldes de Meg Ryan. Uma prova disso foi o sucesso de "Vestida para casar", um filme simpático e divertido - mas nada excepcional - que confirmou-a como um nome quente, capaz de segurar um filme sem fazer muita força. Ao lado de James Marsden - no papel inédito de galã, já que ele sempre foi o preterido nos triângulos amorosos dos quais participou no cinema - Heigl exala simpatia e carisma no papel da romântica Jane, que tem orgulho em ser a melhor dama-de-honra que se pode imaginar.

Dedicada e confiável, Jane não hesita em ajudar a todas as suas amigas que a escolhem como dama de honra, mesmo que para isso, precise desdobrar-se exaustivamente. Secretamente apaixonada pelo chefe, o charmoso George (Edward Burns), ela sonha em ter um casamento romântico, mas suas probabilidades ficam ainda menores quando ele acaba iniciando um romance com Tess (Malin Akerman), sua irmã caçula. Desesperada e mantendo seus sentimentos escondidos, ela conhece o jornalista Kevin (James Marsden), que tenta a todo custo deixar de fazer matérias sobre festas de casamento e assinar reportagens menos banais. Kevin descobre o currículo vasto de Jane - 27 casamentos como dama-de-honra - e pretende escrever uma história sobre ela, mas a convivência entre eles acaba levando-os a se apaixonar.


"Vestida para casar" é uma comédia romântica que, apesar de não acrescentar nenhuma novidade ao gênero, tem a seu favor o carisma de seus protagonistas e o talento de sua diretora, Anne Fletcher - que depois assinaria "A proposta", com Sandra Bullock e "Minha mãe é uma viagem", com Barbra Streisand - em transformar clichês em novidade. É assim que a plateia se vê sorrindo em uma cena na qual Jane e Kevin, bêbados, cantam "Bennie and the Jets", de Elton John e dando risada na sequência em que Jane mostra ao jornalista todos os vestidos que usou nas festas de casamento das quais participou - e que ainda mantém em um guarda-roupa lotado. Exatamente por não mexer em time que está ganhando é que Fletcher deixa seu filme com um sabor bastante delicioso de sessão da tarde das antigas.

Que não se espere de "Vestida para casar" mais do que 110 minutos de diversão leve e descompromissada. É o programa perfeito para quem gosta de comédias românticas cujo final não surpreende e o desenvolvimento não machuca. Quem procura mais do que isso não vai gostar. Mas quem sabe o que esperar não tem como se decepcionar.

Um comentário:

Hugo disse...

Divertido e que vale pela beleza e simpatia de Katherine Heigl.

Abraço