domingo, 19 de dezembro de 2010

LUA DE FEL

LUA DE FEL (Lunes de fiel, 1992, Columbia Pictures/Canal +, 139min) Direção: Roman Polanski. Roteiro: Roman Polanski, Gerard Brach, John Brownjohn, romance de Pascal Bruckner. Fotografia: Tonino Delli Colli. Montagem: Herve de Luze. Música: Vangelis. Figurino: Jackie Burdin. Direção de arte/cenários: Willy Holt, Gerard Viard. Produção executiva: Robert Bernmussa. Produção: Roman Polanski. Elenco: Hugh Grant, Peter Coyote, Kristin Scott-Thomas, Emmanuelle Seigner, Stockard Channing. Estreia: 11/3/94

Talvez tenha a ver com o fato de ele ter passado por alguns horrores quase inacreditáveis - perdeu os pais em um campo de concentração e a esposa grávida de oito meses em um assassinato chocante - mas Roman Polanski não parece ser o mais feliz dos cineastas, nem tampouco acreditar muito na inerente bondade humana. Realizador de obras sufocantes e quase sempre desprovidas do mais simples otimismo, como "Repulsa ao sexo" e "O bebê de Rosemary", Polanski exercita mais uma vez sua peculiar visão de mundo em "Lua de fel", um de seus filmes mais polêmicos, no qual ele concentra sua ironia e seu ceticismo em uma história de amor. Ou quase isso.

Em vias de tornar-se o britânico queridinho de Hollywood, Hugh Grant vive Nigel, um inglês certinho e tenso que tenta salvar seu casamento em crise fazendo um romântico cruzeiro com a esposa, Fiona (Kristin Scott-Thomas). Durante a viagem - que não parece estar ajudando a relação do casal - ele conhece o excêntrico escritor americano Oscar (Peter Coyote), paraplégico, falastrão e sempre com muitas doses de álcool no organismo. Percebendo a atração de Nigel por sua esposa, a silenciosa Mimi (Emmanuele Seigner), Oscar lhe conta, em encontros regados a muito whisky, seu relacionamento com ela - movido principalmente por desejo e entrega absoluta. De seu primeiro encontro em Paris até a tragédia que os uniu inexoravelmente ao mesmo destino, a história de amor/sexo/obsessão entre Oscar e Mimi supreende Nigel, cada vez mais excitado com a possibilidade de consumar sua atração pela dançarina.



Um tanto vulgar e frequentemente à beira do mau-gosto, "Lua de fel" é uma investigação sem maiores rodeios de um relacionamento doentio e obsessivo. Presos a uma fatalidade, Oscar e Mimi são uma espécie de espelho ao contrário de Nigel e Fiona, que não conseguem romper o marasmo e o tédio de um casamento obviamente morno. Polanski não tem medo de ser desagradável e foge da estética convencional das cenas de sexo, aqui bastante cruas e filmadas sem melindres. Ao som de uma trilha sonora que mistura George Michael, o brasileiro Fausto Fawcett e uma música bastante brega composta por Vangelis para o filme, Peter Coyote e Emanuelle Seigner se lambuzam de leite, se vestem de animais e se entregam a um roteiro que, por sua crueza e cinismo, encanta alguns e repugna vários.

Basicamente, "Lua de fel" fala de sexo, pura e simplesmente - do desejo, da repulsa e da obsessão decorrentes dele. Lançado nos EUA dois anos depois de sua estreia mundial, é um filme que, apesar de suas qualidades - um roteiro interessante e um tema forte são as maiores - não alcançou nem perto da quase unanimidade dos trabalhos anteriores de Roman Polanski. E de certa forma não é muito difícil entender certa resistência, tanto da crítica quanto do público, acostumados a obras menos herméticas e corajosas. No entanto, qualquer crítica feita ao desempenho de Seigner (esposa do diretor na vida real) é plenamente compreensível não particularmente bela ou sexy, ela é uma atriz limitadíssima, sem capacidade de interpretar uma personagem tão complexa como Mimi. Por causa dela, muitas sequências perdem sua força, o que logicamente diminui o potencial do filme como um todo.

"Lua de fel" não é um filme para todo tipo de público. Fãs de romances ou filmes de suspense convencionais devem passar-lhe longe. Mas para quem gosta de ser surpreendido com uma história que foge dos padrões - visuais ou morais - é um prato cheio.

8 comentários:

renatocinema disse...

Assisti esse filme ainda muito jovem. Preciso assistir novamente, mas, não sei dizer hoje como seria minha visão sobre a obra.

"Polanski não tem medo de ser desagradável" sua frase, citada para "Lua de Fel" se encaixa, na minha percepção em todos os trabalhos do diretor.

Ao assistir novamente o clássico "O Bebê de Rosemary" e seu final, de certa forma cruel, reforço essa teoria.

Júnia disse...

Sei que muitos pode não achar Lua De Fel terrível, mas eu adorei e achei muito interessante para época em que foi lançada. Assisti na década de 90 sozinha no meu quarto de portas fechadas (kkkkk)
Os personagens de Fiona e Nigel Dobson são extremamente sedutores, é impossível não cair na lábia dos dois, tadinho do casalzinho que os conhece no navio!
Saudade de assistir a este filme deve ter uns 14 anos que vi essa obra de Polanki e me apaixonei, difícil é achar pra locar.

Querido,
Estou passando para desejar um ótimo Natal
e um ano novo maravilho, repleto de ótimas postagens para nosso deleite
bjim

Anônimo disse...

I read this piece of writing completely concerning
the resemblance of latest and previous technologies, it's remarkable article.
My homepage ... drunken girls

Anônimo disse...

Simply desire to say your article is as amazing. The clarity in your post is just spectacular and i can
assume you're an expert on this subject. Fine with your permission let me to grab your feed to keep up to date with forthcoming post. Thanks a million and please continue the rewarding work.
Feel free to surf my blog - teenpornpost

Anônimo disse...

I know this web site presents quality depending articles
or reviews and extra data, is there any other website
which gives such things in quality?
Also see my webpage - green coffee beans Canada

Anônimo disse...

Hi! I just wanted to ask if you ever have any trouble with hackers?
My last blog (wordpress) was hacked and I ended up
losing months of hard work due to no back up.
Do you have any solutions to stop hackers?
Visit my blog post impressive advertisements

Anônimo disse...

whoah this blog is wonderful i really like studying your posts.
Keep up the good work! You already know, many individuals
are looking round for this info, you can aid them greatly.
My webpage Discount Codes

Anônimo disse...

Hey there! This is my first visit to your blog! We are a group
of volunteers and starting a new project in a community in the same niche.
Your blog provided us valuable information to work on. You have
done a wonderful job!
Here is my homepage ; Bud trimmer