quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

UM MÊS, 31 FILMES - DIA 10 - GUILTY PLEASURE

Antes que venham me apedrejar, dizendo coisas como: "Mas como é que pode, alguém que gosta de cinema clássico, Hitchcock, Billy Wilder, Visconti, etc e tal, gostar de uma bobagem dessas?" eu já me defendo: cinema não precisa ser sempre sério e revolucionário. Uma abobrinha vez ou outra é até bom, para que a gente valorize cada vez mais nomes como Woody Allen, Almodovar, David Fincher e Scorsese.

Tendo dito isso, assumo: eu adoro "As patricinhas de Beverly Hills". Sei lá, acho engraçado... e, pra quem não sabe, o roteiro tem pedigree: é uma adaptação livre de "Emma", de Jane Austen, transposto para as escolas de ensino médio americanas. Alicia Silverstone está no auge da beleza e do carisma na pele de Cher, uma adolescente mimada que, enquanto não decide para quem vai entregar sua virgindade, tenta ajudar romanticamente as pessoas à sua volta.

No elenco, além de Alicia, está a saudosa Brittany Murphy, o versátil Dan Hedaya (como seu pai) e Paul Rudd, que hoje encontrou sua turma na nova comédia americana, ao lado de gente como Seth Rogen. E a trilha sonora, por si só, já é um achado: David Bowie, No Doubt, Supergrass, Radiohead, The Cranberries e Counting Crows passam pela tela, tornando a diversão ainda mais agradável.

Ok, já podem me crucificar....

Um comentário:

Alan Raspante disse...

Te crucificar? Que nada! Tamo junto!
Esse filme é mesmo uma delícia, HHAHAHA