sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

DIAMANTE DE SANGUE

DIAMANTE DE SANGUE (Blood diamond, 2006, Warner Bros, 143min) Direção: Edward Zwick. Roteiro: Charles Leavitt, história de Charles Leavitt, C. Gaby Mitchell. Fotografia: Eduardo Serra. Montagem: Steven Rosenblum. Música: James Newton Howard. Figurino: Ngila Dickson. Direção de arte/cenários: Dan Weil/Olivia Bloche-Laine. Produção executiva: Len Amato, Kevin de la Noy, Benjamin Waisbren. Produção: Gillian Gorfil, Marshall Jerskovitz, Graham King, Paula Weinstein, Edward Zwick. Elenco: Leonardo DiCaprio, Djimon Houson, Jennifer Connelly, Michael Sheen, Kagiso Kuypers. Estreia: 08/12/06

5 indicações ao Oscar: Ator (Leonardo DiCaprio), Ator Coadjuvante (Djimon Houson), Montagem, Edição de Som, Mixagem de Som

Conhecido por filmes de visual estonteante e conteúdo um tanto raso - como "Lendas da paixão", "Coragem sob fogo" e "O último samurai" - o cineasta Edward Zwick surpreendeu a crítica quando lançou "Diamante de sangue", onde substituiu a fotografia esplendorosa de seus trabalhos anteriores por uma trama forte e violenta, que utiliza um triste fato real - os conflitos em Serra Leoa entre soldados do governo e forças rebeldes que lutam contra a opressão - para contar uma história dotada de ritmo e dramaticidade na medida certa. Ainda que se estenda demais em seu terço final, o filme estrelado por Leonardo DiCaprio e Djimon Houson facilmente se insere entre as melhores obras do cineasta.

Passado em 1999, durante a crise civil que dividia Serra Leoa, "Diamante de sangue" começa quando os soldados do governo invadem uma pequena ilha e fazem de refém, dentre dezenas de outros homens, o pescador Solomon Vandy (Djimon Houson, indicado ao Oscar de coadjuvante). Afastado da família para procurar diamantes, ele acaba encontrando uma enorme pedra preciosa, que esconde com o objetivo de, com sua venda, encontrar seus entes queridos. Em seu caminho, porém, ele cruza com Danny Archer (Leonardo DiCaprio), um ex-mercenário inglês que vê no diamante encontrado por Vandy seu passaporte para fora da África. Unidos, os dois tentarão escondê-lo das violentas trupes governamentais para atingir suas metas. Para isso, eles contam com a ajuda da jornalista Maddy Bowen (Jennifer Connelly), disposta a revelar em uma reportagem todos os horrores que circundam o tráfico de diamantes da África.


Sem medo de apelar para a violência - suas sequências iniciais são de uma brutalidade ímpar - Edward Zwick consegue, em "Diamante de sangue" equilibrar com grande eficácia cenas de ação realistas com momentos de genuíno e emocionante drama, em especial quando direciona seu foco para a relação entre Solomon Vandy e seu filho pequeno, recrutado para tornar-se um pequeno soldado. A atuação de Djimon Houson é esplêndida, transmitindo toda a dor de um pai que se vê afastado da família só para encontrá-la em uma situação aterradora. Seu trabalho visceral encontra eco em Leonardo DiCaprio - indicado ao Oscar no mesmo ano em que também esteve no elenco do multipremiado "Os infiltrados". Mesmo que seja basicamente uma escada para o talento de Hounson - apesar de ser o primeiro nome dos créditos - o jovem ator consegue injetar humanidade a uma personagem não exatamente heroica, mas nem mesmo sua presença fez com que o filme encontrasse seu público nos cinemas americanos, onde rendeu pouco mais da metade de seu orçamento (bastante alto) de 100 milhões de dólares.

Intenso e sofrido, "Diamante de sangue" peca apenas por demorar demais a chegar a seu final, enrolando por bons quinze minutos com algumas cenas desnecessárias. Ainda assim, é suficientemente empolgante para manter a atenção do início ao fim e emocionar aos mais sensíveis. Belo programa!

3 comentários:

Hugo disse...

Filmaço sobre uma tragédia ocorrida por causa da ganância.

Abraço

K disse...

Um filme bastante triste.
blogtvmovies.blogspot.com.br

Anônimo disse...

Esse filme é ótimo !!!